O blog...

Eu não sou profissional da moda e nem sei me maquiar direito.
Mas, como dizem por aí:
"Toda mulher no fundo é uma especialista em beleza."
Logo, como eu gosto muito de escrever, criei este blog com a intenção de compartilhar com as minhas amigas e leitoras, moças bonitas, assuntos que nós, mulheres, curtimos muito.

Este é o meu diário virtual.

Então, aqui sempre será o nosso cantinho íntimo e sossegado para conhecer, compartilhar e comentar sobre coisas que nos faz ser exclusivas, lindas e especiais.

Bjux
Pri

Instagram

terça-feira, 29 de abril de 2014

Tratamento no salão para cabelos secos e danificados: cauterização.

Amigas, eu estou em falta com vocês, eu sei...

Eu passei a semana passada toda sem postar porque foi a minha semana de aula na pós-graduação. 

Eu estava de um jeito que não tinha tempo  nem de me coçar, como diz o ditado popular.

Mas, aqui estou eu para falar de um assunto que tem me interessado ultimamente: cabelos.

Vou ser sincera com vocês, eu não gosto de cuidar do cabelo. Gostaria de ter nascido com os cabelos suaves e macios, sem precisar retoques. Não suporto o cheiro nem o clima de conversas de um salão de beleza, por isso só vou uma vez por ano e olhe lá!

No entanto, eu estou precisando urgentemente de um tratamento que melhores as minhas madeixas que só andam presas por conta do ressecamento.

Então, fui para web pesquisar, e fiquei interessadíssima na cauterização, tratamento feitos no salão que ajuda a melhorar, de forma rápida, a "tristeza" dos fios.


Veja a explicação dada ao site UOL Mulher:

CAUTERIZAÇÃO

O que é: Considerado pelos especialistas como um dos tratamentos mais eficazes para ressuscitar fios destruídos. A cabeleireira Lela Athanásio, do Crystal Hair, do Rio de Janeiro, explica o porquê: "Ao selar por completo a cutícula, a cauterização garante que todos os nutrientes aplicados no fio permaneçam ali depositados por mais tempo, assim suaviza pontas duplas, elimina o frizz e devolve a elasticidado do fio", diz a especialista. 
Assim, além de saudáveis e resistentes, os cabelos recuperam o balanço natural e os fios ficam mais disciplinados. Os ativos usados são definidos pelos cabeleireiros e isso depende da necessidade de cada caso. Tânia de Souza, do Ricardo Maia Hair & Make up, de Brasília, por exemplo, faz uma cauterização à base de vitamina C, que tem ação antiquebra, e acrescenta também um pouco de queratina, para resistência; e ceramidas, que nutrem e dão brilho aos fios. Já Lela Athanásio, do Rio de Janeiro, prefere fazer com aminoácidos, que ajudam no crescimento e têm ação antioxidante; queratina e outras proteínas, como o colágeno, que também fortalecem o fio.

Como funciona: A cauterização em si – processo de selagem depois que os fios recebem os nutrientes – originalmente era feita com ação de calor, por meio da chapinha, mecha a mecha, inclusive alguns salões ainda fazem dessa forma. A novidade, no entanto, é a cauterização a frio. "É uma evolução da cosmética. O novo método economiza o tempo do profissional, da cliente e age com a mesma eficiência", garante Bruno Amorim, do Célio Faria Instituto de Beleza. 
Essa cauterização a frio é semelhante a um leave-in turbinado que, tem a mesma capacidade da chapa de blindar o fio, só que sem calor, seu efeito é químico.

Indicação: O procedimento é ideal para fios quebradiços, porosos, sem brilho e com ponta dupla, especialmente para os submetidos a descoloração e mechas.

Frequência: O ideal é que o tratamento seja refeito em intervalos de 15 dias. Mas o cabeleireiro pode intensificar o tratamento, por exemplo, para uma vez por semana, caso ache necessário; ou estender o intervalo, além de 15 dias, entre uma aplicação e outra.


Que tal? Alguém aí já fez? Me indicariam outro tartamento?

Conto com a ajuda de vocês.

Bjux
Pri

Fonte da pesquisa: http://mulher.uol.com.br/beleza/noticias/redacao/2013/09/02/no-salao-entenda-as-diferencas-entre-os-tratamentos-para-fios-danificados.htm#fotoNav=42
Foto: Google Images

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ele é muito importante para mim, moça!